Pular para conteúdo

Controle do medidor

As medições ocorrem em segundo plano e seus resultados são enviados pelo medidor aos sistemas centrais do NIC.br, onde são processado.

O medidor disponibiliza uma API de linha de comando que pode ser utilizada para interagir com o motor de medição. Esta API é sujeita a ajustes em novas versões, mas a compatibilidade com versões antigas é mantida.

O medidor envia mensagens para o syslog, devendo estar instalada alguma solução de syslog do sistema operacional. Por padrão, Debian e Ubuntu instalam o journald (comando journalctl), algumas variantes usam o syslog (arquivos de texto em /var/log), e o OpenWRT usa o comando readlog.

Em sistemas Linux, a maior parte do medidor é instalada em /opt/simet.

Em OpenWRT (SIMETBox-openwrt), existe uma outra camada API, acessível via ubus, mais estável e que deve ser utilizada no lugar da API direta do motor de medição. A API é descrita em outro documento. Em OpenWRT, o medidor é instalado junto com outros arquivos do sistema, e não em um local separado.

Visualizar medições

O pacote Debian / Ubuntu instala uma entrada no menu do ambiente desktop, que roda o navegador web padrão do sistema operacional e abre a página do resultado de medições daquele medidor SIMET. Essa entrada de menu fica na área de “Internet”.

Via CLI, o comando abaixo mostra a URL de acesso à página de resultado do medidor. Essa URL muda periodicamente, então é importante rodar esse comando sempre que for necessário acessar a página:

/opt/simet/bin/simet_view_results.sh --url

Caso queira que este comando tente abrir a página no navegador padrão, omita o parâmetro “--url”.

Iniciar uma medição

Apesar do medidor executar autônomamente medições periódicas em segundo plano, é possível disparar uma medição sob demanda. Caso uma medição de segundo plano já esteja em andamento, a medição imediata não será iniciada.

Da mesma forma, caso uma medição imediata esteja em andamento, uma medição em segundo plano não será iniciada: o medidor não permite duas medições SIMET executando simultaneamente.

A medição precisa ser executada com o “usuário de sistema do medidor”, que é nicbr-simet.

Para trocar para modo superusuário, escolha um dos modos a seguir:

sudo su -
su -

Para disparar a medição, escolha um dos modos a seguir:

sudo -u nicbr-simet /opt/simet/bin/simet-ma_run.sh -v
su -s /bin/bash - nicbr-simet -- /opt/simet/bin/simet-ma_run.sh -v

O parâmetro “-v” é opcional, e mostra mais da atividade de medição. Pode ser substituído por um parâmetro “-q” para ser ainda mais silencioso.

Registrar o medidor

O medidor precisa contatar os sistemas centrais pelo menos uma vez a cada três dias durante o funcionamento normal e, caso esteja desligado/desativado, pelo menos uma vez por ano para garantir que seu registro não irá expirar.

Caso o registro expire, será perdido o acesso à medições antigas desse mesmo medidor, a menos que o mesmo tenha sido ativado em um dos portais específicos do NIC.br.

O medidor tenta registrar e atualizar seu registro ao ser instalado, atualizado, durante o boot (antes de iniciar os serviços de medição) e periodicamente via serviço do sistema operacional.

O processo de registro fornece ao medidor um token: uma informação secreta exclusiva para esse medidor, que permite o acesso do mesmo aos sistemas centrais. A atualização do registro renova esse token.

O registro do medidor precisa ser executado com o “usuário de sistema do medidor”, que é nicbr-simet.

Para trocar para modo superusuário, escolha um dos modos a seguir:

sudo su -
su -

Para disparar o registro / atualização de registro, escolha um dos modos a seguir:

sudo -u nicbr-simet /opt/simet/bin/simet_register_ma.sh
su -s /bin/bash - nicbr-simet -- /opt/simet/bin/simet_register_ma.sh

O comando “simet_register_ma.sh” irá mostrar o identificador único do medidor caso tenha sucesso.

Ele invalidará a URL retornada pelo comando “simet_view_results.sh”, sendo necessário rodar novamente o comando, para obter uma nova URL de visualização de resultados. Veja a seção Visualizando Medições para mais detalhes.

Parar o medidor

O motor de medição utiliza os serviços de sistema “simet-ma” e “simet-lmapd”.

O serviço “simet-ma” deve necessariamente ser iniciado para garantir o registro e funcionamento do motor de medição.

O serviço “simet-lmapd” é responsável por todas as tarefas de medição em segundo plano, e deve ser parado apenas em situações “de laboratório”, onde por exemplo não se deseja medições de segundo plano e apenas vão ser disparadas medições sob demanda.

O serviço de sistema “simet-ma” também é responsável pela medição de disponibilidade de conexão à Internet, que é contínua e permanente.

Para trocar para modo superusuário, escolha um dos modos a seguir:

sudo su -
su -

Para iniciar, reiniciar, ou parar o serviço “simet-ma”:

systemctl start simet-ma
systemctl restart simet-ma
systemctl stop simet-ma

Para iniciar, reiniciar, ou parar o serviço “simet-lmapd”. Não inicie esse serviço sem antes ter iniciado o serviço “simet-ma”.

systemctl start simet-lmapd
systemctl restart simet-lmapd
systemctl stop simet-lmapd

Em sistemas onde o systemd não está em uso, substitua por “service simet-ma start/stop/restart”, ou “service simet-lmapd start/stop/restart”. Alternativamente, os scripts de inicialização sysvinit podem ser executados diretamente: /etc/init.d/simet-ma start/stop/restart, e /etc/init.d/simet-lmapd start/stop/restart.